fbpx
Início Matérias 10 curiosidades sobre Martin Luther King Jr.

10 curiosidades sobre Martin Luther King Jr.

No aniversário de nascimento do líder negro Martin Luther king (92 anos), Obirin traz essa série de curiosidades sobre o pastor norte americano que é um dos maiores líderes do movimento pela igualdade racial em todo mundo. 

Martin nasceu em 15 de janeiro, na cidade de Atlanta no estado da Georgia, EUA, em 1929. Um estado que até hoje tem no conservadorismo sua principal característica e que apenas em 2020/2021 elegeu o seu primeiro senador negro para compor o parlamento estadunidense. 

Luther King Jr. ficou marcado como um líder que pregava a igualdade racial baseada no diálogo e na pacificidade. Em seu discurso mais famoso, que ficou conhecido como “I have a dream” — eu tenho um sonho — o ativista disse em um trecho:  
“Eu tenho um sonho que um dia, nas montanhas rubras da Geórgia, os filhos dos descendentes de escravos e os filhos dos descendentes de donos de escravos poderão sentar-se juntos à mesa da fraternidade.” Martin Luther King Jr.

Martin Luther King Jr. em um dos seus discursos em busca dos direitos civis para as(os) afro-americanas(os)

Com seu discurso mais pacificador e uma oratória que prendia a atenção de milhões de pessoas, teve seus ideais difundidos por todo Estados Unidos e boa parte do mundo. Sendo premiado com o prêmio Nobel da Paz em 1964, aos 35 anos. 

Vamos agora conhecer 10 fatos curiosos sobre esse grande líder negro.

1 – Michael King Jr. foi o primeiro nome de nascimento do líder dos direitos civis nos Estados Unidos. Depois de uma viagem para a Alemanha, quando o pequeno Michael ainda tinha 5 anos, e inspirado pelo líder da Reforma Protestante, Martin Luther, seu pai — pastor da Igreja Batista Ebenezer de Atlanta — mudou o próprio nome e o do filho para Martin Luther.

2 – King Jr. era tão inteligente que ele precisou pular algumas séries na escola. Aos 15 anos de idade, ele se matriculou no curso de Sociologia na Morehouse College. Também frequentou a Universidade de Boston, onde, em 1955, concluiu seu Ph.D. em teologia sistemática. Além de sua graduação em Sociologia pela Morehouse College, King Jr. ainda se tornou Bacharel em Divindade pelo Seminário Teológico Crozer.

Foto: Acervo pessoal da família Luther King

3 – A manifestação civil mais importante promovida por King foi a “Marcha sobre Washington”, em 1963, que reuniu 250 mil pessoas. Além disso, ali estavam personagens como Rosa Parks e a artista Josephine Baker.

4 – Seis anos antes de seu icônico discurso na marcha em Washington, King Jr. estava entre os líderes dos direitos civis que discursaram durante a Peregrinação pela Liberdade em 17 de maio de 1957. King discursou para milhares de pessoas sobre os direitos ao voto e sobre direitos civis.

5 – Segundo o King Center, Martin Luther King Jr. foi preso 29 vezes. As prisões foram motivadas por atos de desobediência civil, entre outras acusações forjadas, como a que aconteceu em Montgomery, no estado norte americano do Alabama, em 1956, por supostamente estar dirigindo acima da velocidade permitida.

6 – A influência de King era crescente e isso começou a incomodar muito seus inimigos. Um deles era o poderoso diretor do FBI, J. Edgar Hoover. Uma carta anônima foi enviada ao líder dos direitos civis em 1964, que o acusava de ter casos extraconjugais. Ameaças de divulgar tais casos foram feitas. De acordo com a carta, a única maneira de isso não vir à tona seria King Jr. deixar os movimentos civis ou tirar sua própria vida. King Jr. ignorou as ameaças e deu continuidade ao seu trabalho.

7 – Em sua homenagem, foi instituído o feriado federal chamado de Dia de Martin Luther King, comemorado sempre na terceira segunda-feira de janeiro, normalmente uma data próxima do seu aniversário (15).

8 – Há aproximadamente 900 ruas com o nome Martin Luther King, espalhadas em 40 estados dos EUA. 

9 – Quando Martin se casou com sua noiva Coretta, o casal foi rejeitado por um hotel só permitido para brancos. os dois decidiram então passar a noite numa funerária, que permitia a presença de negros.

10 – De acordo com o instituto de pesquisas Gallup, Martin Luther King Jr. é a segunda pessoa mais admirada do século, ficando atrás apenas da Madre Teresa de Calcutá.

Fontes: Mundo negro e Fatos Desconhecidos

Obirin
Nasci da ideia de disseminar e aproximar as ações de grupos e pessoas que estão na luta pela igualdade racial.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.